terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Amor e Saudade


Amor quando é verdadeiro gera Saudade
Saudade quando se tem é por que foi amada e amou de verdade

sábado, 3 de novembro de 2012

Segure o beijo antes que acabe,

que o amor desabe,

que a aurora canse.

A vida tem nuances não entendidas.

Adere esse momento no teu peito e goza.

Aspira fundo o âmago da rosa

antes que ele se desloque,

desapareça,

desencante.

Antes que a flor desaconteça,

bebe o cerne quente desse instante.



Flora Figueiredo

In Florescência

A Vida

A tua delicada e macia pele

Os teus lábios juntos aos meus;

O encontro de dois Mundos distintos,

Dois sonhos que se cruzam e se unem

Dois corpos que se fundem num.

Dentro desse sonho abstracto e irreal

Nossas mãos se cruzam neste ritual

Secreto e silencioso

Uma só palavra é pronunciada

Olhares interligados que se devoram;

Odores exóticos e românticos

Versos lançados ao vento do norte,

Pétalas que caiem no chão

Neste Outono com odor

É o amor

E em ti minha sorte

Mulher

.

by Jorge Pereira



Ah! querem uma luz melhor que a do Sol!

Querem prados mais verdes do que estes!

Querem flores mais belas do que estas que vejo!

A mim este Sol, estes prados, estas flores contentam-me.



Mas, se acaso me descontentam,

O que quero é um sol mais sol que o Sol,

O que quero é prados mais prados que estes prados,

O que quero é flores mais estas flores que estas flores —

Tudo mais ideal do que é do mesmo modo e da mesma maneira!



Alberto Caeiro
A Lua está lá no céu

Quem é que a vai tocar?

São duas mãos pequeninas

Que não se podem queimar

E as estrelas lá no céu

Quem é que as vai tocar?

São duas mãos com anéis

De brilhantes a brilhar

E os pássaros lá no céu

Quem é que os vai tocar?

Pássaros em liberdade

Ninguém os deve buscar.



Matilde Rosa Araújo

Chuva

O céu rasgou-se espada afora

e verteu lágrimas,

muitas lágrimas,

Não sei se eram de tristeza ou indignação.

Também, não adianta perguntar,

que ninguém responde.

Pus minha canequinha do lado de fora da janela,

ela quase transbordou.

Estou rica: tenho uma caneca com lágrimas do céu.

Os vizinhos caçoam:

quem é que compra um punhado de chuva?



Flora Figueiredo

In Chão de Vento

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O Infinito Amor

Quanto Amor


Quanto amor é esse que encanta sem cantar


Que amor é esse que arrepia, amedronta

Que sentimento é esse que me é intenso

Conhecido, mas finjo desconhecer

Lembrado, mas sou tentado a esquecer

Guardado, contido, quase sem vida

Que amor é esse que já não me permito

AMAR.......

Soneto ao Amor Total


As coisas tolas que o amor
parece me dizer
falam na delicadeza,
o elixir do prazer na paixão
São os seus olhos
olhando nos meus
as suas mãos
envolvendo minhas mãos
esse é o jogo do amor
e da sedução
que deixa na boca o sabor
que o beijo não provou
brilha na pele o suor que o corpo
não tocou por saber
que essa vontade contida no ar
faz aumentar a ilusão do querer
é o faz-de-conta do amor rondando você

Te quero assim
como a luz da manhã
chegando mansinha
pra não te acordar
e quando se vê é um sol
que não se apagará
se o jogo do amor
é estar por um triz
você me deixou envolvido demais
se a dor levou,
o amor me traz e eu estou feliz...

Cercados por esta magia
que se chama desejo
nossa própria armadilha
teu cheiro no ar,
incenso de amor
perfume da mais rara flor
que enfeitiça o lugar...

Jorge Vercilio - Delicadeza

terça-feira, 28 de agosto de 2012

FRASE

Viver um amor e para um amor nos humaniza,
nos fazendo sentir como uma criança livre da maldade e do egoísmo...
Sem esquecer que no mundo adulto,
costuma ser bem cruel com nossas convicções...

Sem Voce , o tempo para


O tempo parou.

Fez-se silencio.

Pássaros não estão a cantar .

Não escuto tua voz…

Teu cheiro não estar no ar.

Apenas uma brisa fria a vagar.

Tal como eu agora,

Sem te encontrar.

Estranho!

A luz se apagou.

A garganta secou.

Aos meus pés rio de lágrimas.

O olhar perdido.

O corpo agora estático.

Já não há emoção.

Dor profunda no coração.

Não sei o que fazer.

Melhor dormir.

Quem sabe ao acordar…

Veja outra vez o sol a brilhar.

Então sei que irei te encontrar


Eu Sem Voce

Eu Sem voce

Eu tô carente desse teu abraço

Desse teu amor que me deixa leve

Eu tô carente desses olhos negros

Desse teu sorriso branco feito neve

Eu tô carente desse olhar que mata

Dessa boca quente revirando tudo

Tô com saudade dessa cara linda

Me pedindo "fica só mais um segundo"



Tô feito mato desejando a chuva

Madrugada fria esperando o sol

Tô tão carente feito um prisioneiro

Vivo um pesadelo, beijo sem paixão

Tô com vontade de enfrentar o mundo

Ser pra sempre o guia do seu coração

Sou a metade de um amor que vibra

Numa poesia em forma de canção



Sem você, sou caçador sem caça

Sem você, a solidão me abraça

Sem você, sou menos que a metade

Sou incapacidade de viver por mim

Sem você, eu sem você...

Minha Timidez

Um olhar

Um sorriso no ar

Uma timida tentação

Nós brindamos na paz pela sedução

E brincamos de amor no mar devegar

Sem nos tocar

Seu nome ia subir no teu olhar

Timida ou Sedutora

Basta-me um pequeno gesto,

feito de longe e de leve,

para que venhas comigo

e eu para sempre te leve...

- mas só esse eu não farei.



Uma palavra caída

das montanhas dos instantes

desmancha todos os mares

e une as terras distantes...

- palavras que não direi.



Para que tu me adivinhes,

entre os ventos taciturnos,

apago meus pensamentos,

ponhos vestidos noturnos,

- que amargamente inventei.



E, enquanto não me descobres,

os mundos vão nevegando

nos ares certos do tempo

até não se sabe quando...

- e um dia me acabarei.



Cecília Meireles

O que eu Sinto

Sinto,perdendo-te aos poucos,a cada minuto que ficamos sem teclar,a cada instante que não temos para amar.


Sinto,perdendo-te aos poucos,vendo-me aqui parada, sem poder fazer nada, a não ser esperar.

Sinto,perdendo-te aos poucos,a cada mensagem tua que chega e se vai,engolida por esta máquina que me trai.

Sinto,perdendo-te aos poucos,quando penso na distância física que existe, que não perdoa, mas resiste.

Sinto,perdendo-te aos poucos,quando quero te abraçar e não consigo,através desse computador, infiel, inimigo.

Sinto,perdendo-te aos poucos,quando ainda tento, ardentemente, ter você e sou impedida, novamente, pelo PC.

Sinto,perdendo-te aos poucos,sempre quando vejo prevalecer entre nósa velha conhecida e traiçoeira razão,

ao invés, do apaixonado coração. Sinto,perdendo-te aos poucos,para alguém que todo dia te caça, te enlaça,

te prende e com toda razão. Sinto,perdendo-te aos poucos,por essa tua maneira encantadora de ser,

fiel e submissa ao teu imaculado viver.

Sinto,perdendo-te aos poucos,pela fragilidade e inocência desse amor,

que nasceu, viveu, mas que está morrendo sem poder sair de dentro do computador.



Silvia Munhoz

Nossos Segredos

Vasculhei nossos segredos

Arrisquei.

Acorrentada em pensamentosMe privei da liberdade!

Senti o perfume no ar.

Absorvi.

Na intensidade dos segredos

Meu corpo se revelou! O fogo queimava lentamente

Ardia.

Rompi meus limites

Decifrei os códigos e te amei!

Levada pelo teu amor

Fui feliz.

Acariciei teu rosto em segredo

Te possui!

Daniel - Pra Ser Feliz

Gwyneth Paltrow - Comin Home.Indo Pra Casa

Não Me Perdoei - Victor e Leo

domingo, 10 de junho de 2012

Alguém Como Você


Venho procurando há muito tempo

Por alguém exatamente como você

Tenho viajado ao redor do mundo

Esperando por você chegar

Alguém como você

Faz tudo valer a pena

Alguém como vocêMe deixa satisfeita

Alguém exatamente como você

Eu tenho viajado por uma estrada difícil

Baby, procurando alguém exatamente como você

Eu estive carregando minha carga pesada

Esperando pela luz vir brilhando

Alguém como vocêque faz tudo valer a pena

Alguém como vocêque me satisfaz

Alguém exatamente como você

Eu tenho pesquisado...para saber onde você estáEu subi e desci estradas

Em todos os tipos de terras estrangeiras

Alguém como você que faz tudo valer a pena

Alguem como você Me deixa satisfeita

Alguém exatamente como você

Estive ao redor do mundo

Marchando na batida de um diferente tambor

Mas só há pouco percebi

Que o melhor ainda está por vir

Alguém como vocêque faz tudo valer a pena

Alguem como você

Me deixa satisfeito

Alguém exatamente como você






Desilusão

O amor romântico é como um traje, que, como não é eterno, dura tanto quanto dura; e, em breve, sob a veste do ideal que formámos, que se esfacela, surge o corpo real da pessoa humana, em que o vestimos. O amor romântico, portanto, é um caminho de desilusão. Só o não é quando a desilusão, aceite desde o príncipio, decide variar de ideal constantemente, tecer constantemente, nas oficinas da alma, novos trajes, com que constantemente se renove o aspecto da criatura, por eles vestida.



Fernando Pessoa

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Castigo

Uma mulher perdoará um homem por tentar seduzi-la, mas não o homem que perde essa oportunidade quando ela lhe é oferecida.

Aparência

A aparência das virtudes é muito mais sedutora do que as próprias virtudes, e quem se vangloria de as possuir tem grande vantagem sobre quem realmente as possui.




A vida, meu amor, é uma grande sedução onde tudo o que existe se seduz.

Aquele quarto que estava deserto e porisso primariamente vivo.

Eu chegara ao nada, e o nada era vivo e úmido.




Tem um estado de graça que acontece todo dia
É um sentimento que eu achava perdido, travado
Outra pergunta pra uma resposta que eu sei
Oh, você está voltando pra casa? Você está Vindo pra casa com certeza.
Eu andaria uns mil quilômetros só pra ouvir você gritar meu nome
Me beije de leve, me beije devagar
Eu me perco em você como só os apaixonados fazem
Me segure mais perto, me ame macio
Eu escorrego como só os apaixonados fazem
Você despertou algo muito interno na minha alma
à todo momento, em cada respiração eu sinto mais isso
Seus tesouros escondidos que você mantém tão bem guardado
Nós fizemos amor livre enquanto nós assistimos o novo nascer do sol
Eu viveria umas mil vidas se em todas eu amasse e pudesse estar com você
Eu viveria umas mil vidas
Se em todas eu amasse e pudesse estar com você...

Confessando - Rick & Victor



Coisas tão normais


Hoje me encantam mais


Depois do teu olhar, tudo mudou


Tudo ficou em paz


Eu que andava só, que chorava em dó


Depois do teu olhar, tudo mudou


Tudo ficou melhor


As paredes que eu conversava


Que de você tanto me falavam


Quadros e telas, filmes, novelas, dia-a-dia...


Musicas, fogos, bebidas e copos, poesias...


Olha eu aqui me apaixonando


Olha eu aqui me confessando


Esse amor é Deus, eu sei que é


Um milagre em mim, você mulher


Esse amor é Deus, eu sei que é


Um milagre em mim, você mulher


Coisas tão normaisHoje me encantam mais


Depois do teu olhar, tudo mudou


Tudo ficou em paz


Eu que andava só, que chorava em dó


Depois do teu olhar, tudo mudou


Tudo ficou melhor


As paredes que eu conversava


Que de você tanto me falavam


Quadros e telas, filmes, novelas, dia-a-dia...


Musicas, fogos, bebidas e copos, poesias...


Olha eu aqui me apaixonando


Olha eu aqui me confessando


Esse amor é Deus, eu sei que é


Um milagre em mim, você mulher


Olha eu aqui me apaixonando


Olha eu aqui me confessando


Esse amor é Deus, eu sei que é


Um milagre em mim, você mulher


Esse amor é Deus, eu sei que é


Um milagre em mim,


você mulher


Mulher...

Cruzando Raios-Orlando Morais

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Uma ausente, mas eterna

Tenho razão de sentir saudade,tenho razão de te acusar.
Houve um pacto implícito que rompestee sem te despedires foste embora.
Detonaste o pacto.
Detonaste a vida geral, a comum aquiescênciade viver e explorar os rumos de obscuridade sem prazo sem consulta sem provocação até o limite das folhas caídas na hora de cair.
Antecipaste a hora.
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas.
Que poderias ter feito de mais gravedo que o ato sem continuação, o ato em si,o ato que não ousamos nem sabemos ousarporque depois dele não há nada?
Tenho razão para sentir saudade de ti,de nossa convivência em falas camaradas,simples apertar de mãos, nem isso, voz modulando sílabas conhecidas e banais que eram sempre certeza e segurança.
Sim, tenho saudades.
Sim, acuso-te porque fizeste o não previsto nas leis da amizade e da naturezanem nos deixaste sequer o direito de indagarporque o fizeste, porque te foste
Carlos Drummond de Andrade

uma imagem para eternizar

Saudade é solidão acompanhada, é quando o amor ainda não foi embora, mas o amado já...

Pablo Neruda



Ausência


Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces


Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto.


No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida


E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.


Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado.


Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados


Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada


Que ficou sobre a minha carne como nódoa do passado.


Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em outra face.


Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada.


Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite.


Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa.


Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço.


E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.


Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos.


Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir.


E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas.


Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.


Vinícius de Moraes

sábado, 21 de janeiro de 2012

Josh Groban - To Where You Are

Confissão




Às vezes, tenho a impressão de que não devia publicar estas palavras nascidas para viverem em surdina ao teu ouvido.

Às vezes penso que deveria deixar no limbo do coração estas palavras de ti e para ti e que tomaram imprevistamente a forma de canção.

Estas palavras que te colhem toda e te deixam nua, e me dão a impressão de que também tenho nu o coração, em plena rua.

J. G. de Araújo Jorge

Lost Love

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Perseverança

Se na tua dura vida a felicidade

Parece estar em distante lugar,

Maior precisa ser a tua vontade

De persegui-la até a encontrar.
E nunca temas uma tempestade,

Não deixes nada te desanimar,

Quanto maior for a dificuldade,

Com mais empenho deves lutar.
Sigas em frente com humildade,

Buscando o próximo respeitar,

Propagues a justiça e a verdade

E assim farás o mundo melhorar.
Aos princípios tenhas fidelidade,

O amor e a fé podem tudo mudar,

O teu sonho se tornará realidade

Se nele não deixares de acreditar.
Dennys Távora

Canção Para Você LUNATICA SONG FOR YOU

Você segura minha mão quando eu tremo com medo

Você me traz a luz quando eu expludo em lágrimas

E agora eu quero te agradecer, querida, por todas as coisas que você tem feito.

Eu não posso negar (que) você me mostrou o caminho certo.
Pela luz, pelo amor

Pela verdade em seus olhos

Sou grato por ter um amigo como você ao meu lado

Pelas lágrimas, pelas alegrias

Por não me perguntar o porquê

Nós podemos manter nossas mãos erguidas e alcançar o céu
Você manteve sua fé quando minhas palavras não eram verdadeiras

Você me fez rir quando eu estava me sentido triste

Sempre oferecendo, nunca pedindo mais que um sorriso em meu rosto

Juntos nós conquistaremos o mundo inteiro

(Você) não tem de se preocupar

Nós continuaremos juntos todos os nossos dias

Você pode acreditar nas minhas palavras, você pode confiar em mim

E quando as nuvens escuras obscurecer o céu

Estarei ao seu lado

Até o peso em seus ombros desaparecer
Você segura minha mão quando eu tremo com medo

Você me traz a luz quando eu expludo em lágrimas

E agora eu quero te agradecer, querida, por todas as coisas que você tem feito.

Eu não posso negar (que) você me mostrou o caminho certo.

Power Of Love, Lunatica



Quando a primeira luz do dia toca as folhas

E o orvalho brilha intensamente, assim como as estrelas

Eu sinto uma leve brisa acariciar minha pele

Enquanto corro para encontrar-me com seus braços
Que presente maior poderia receber para me sentir viva?

Do que o poder do amor faíscando em seus olhos

Assim como uma rosa desabrochando em um solo seco

E se esforça para absorver a chuva que cai

Eu sinto falta do seu quente abraço
Enquanto ando pela floresta ouço uma voz suave

Mas dentro do meu coração ela ecoa forte

Ela me diz para seguí-la, então não desobedeço

Ela me levará para onde eu devo estar
Que presente maior poderia receber para me sentir viva?

Do que o poder do amor faíscando em seus olhos

Assim como uma rosa desabrochando em um solo seco

E se esforça para absorver a chuva que cai

Eu sinto falta do seu quente abraço

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Viajantes na Tempestade

Viajantes na Tempestade

Nessa casa nascemos,

Nesse mundo fomos jogados,

Como um cachorro sem osso

Um ator sozinho,

Viajantes na tempestade
Há um assassino na estrada seu cérebro está contorcendo-se como um sapo

Tenha um longo feriado

Deixe suas crianças brincarem
Se você der uma carona a este homem

A doce família morrerá

Assassino na estrada

Pegue-o pela mão

Faça-o entender

Que o mundo em você depende

Ou a vida nunca acabará

Você tem que amar seu homem.

Canção de alta noite


Alta noite, lua quieta,muros frios, praia rasa. Andar, andar, que um poeta não necessita de casa.
Acaba-se a última porta.
O resto é o chão do abandono.
Um poeta, na noite morta,não necessita de sono.
Andar...
Perder o seu passona noite, também perdida.
Um poeta, à mercê do espaço,nem necessita de vida.
Andar... - enquanto consente
Deus que seja a noite andada.
Porque o poeta, indiferente,anda por andar - somente.
Não necessita de nada.
Cecília Meirelles

Os Olhos de Uma Mulher

Aos olhos de uma mulher, em um mundo de desejo,

A partir do momento que ela olhou em minha direção.

Eu estava tão hipnotizado

Eu deveria mostrar como me sinto, ela é o ímã, estou de aço

Os olhos de uma mulher, não há para onde correr

Os olhos de uma mulher

Nos braços de um anjo, em um disfarce perigoso

O amor é um fascínio azul

É um mistério que queima, leva uma vida inteira para aprender

Os olhos de uma mulher, não há para onde correr

Os olhos de uma mulher, os meus medos se desfazem

Aos olhos de uma mulher, não há para onde correr

Os olhos de uma mulher, os meus medos se desfazem

Nenhum lugar para correr

Me Beije Devagar

Tem um estado de graça que acontece todo dia
É um sentimento que eu achava perdido, travado
Outra pergunta pra uma resposta que eu sei
Oh, você está voltando pra casa? Você está Vindo pra casa com certeza.
Eu andaria uns mil quilômetros só pra ouvir você gritar meu nome
Me beije de leve, me beije devagar
Eu me perco em você como só os apaixonados fazem
Me segure mais perto, me ame macio
Eu escorrego como só os apaixonados fazem
Você despertou algo muito interno na minha alma
à todo momento, em cada respiração eu sinto mais isso
Seus tesouros escondidos que você mantém tão bem guardado
Nós fizemos amor livre enquanto nós assistimos o novo nascer do sol
Eu viveria umas mil vidas se em todas eu amasse e pudesse estar com você
Eu viveria umas mil vidas
Se em todas eu amasse e pudesse estar com você...
Somente os apaixonados, somente os apaixonados, somente os apaixonados fazem

Kiss me Softly Journey

sábado, 31 de dezembro de 2011

Reflita e faça de 2012 o seu melhor





"Nós abriremos o livro. Suas páginas estão em branco. Nós vamos pôr palavras nele. O livro chama-se Oportunidade e seu primeiro capítulo é o Dia de ano novo."


Feliz 2012


quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Alguém Como Voce



Alguém Como Você

Venho procurando há muito tempo

Por alguém exatamente como você

Tenho viajado ao redor do mundo

Esperando por você chegar

Alguém como você

Faz tudo valer a pena

Alguém como você

Me deixa satisfeita

Alguém exatamente como você
Eu tenho viajado por uma estrada difícil

Baby, procurando alguém exatamente como você

Eu estive carregando minha carga pesada

Esperando pela luz vir brilhando

Alguém como vocêque faz tudo valer a pena

Alguém como vocêque me satisfaz

Alguém exatamente como você
Eu tenho pesquisado...para saber onde você está

Eu subi e desci estradas

Em todos os tipos de terras estrangeiras

Alguém como vocêque faz tudo valer a pena

Alguem como vocêMe deixa satisfeita

Alguém exatamente como você
Estive ao redor do mundo

Marchando na batida de um diferente tambor

Mas só há pouco percebi

Que o melhor ainda está por vir

Alguém como vocêque faz tudo valer a pena

Alguem como vocêMe deixa satisfeito

Alguém exatamente como você

Van Morrison _ Someone Like You

Explode Coração

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Insano Desejo

Desfruto o fruto da minha sensualidade
E de costas pra ti, abuso!
Te encanto, envolvo, te rendo
E, rasgando a madruga dou trabalho a tua boca sedenta.
Teu olhar é navalha na carne.

Corta, penetra, invade
Teu corpo atrevido procura meu centro
Terremoto em escala 10
Pernas se enroscam.

Misturam-se.Gostas de prazer molhando...
Desejos direcionados.
Natural provocação.
Mãos revestidas de carícias tocam peles, arrepiam pelos

Teus beijos prenunciam embriagantes noites de prazer
E de ponta cabeça, esconde-se dentro de mim
Prazer em aquarela, toques demoradoscorpos em cores vivas, cabelos desarrumados

Dedos assanhados e líquido derramado
Encaixe perfeito em momentos mágicos e incandescentes

Satisfação em bocas coladas e corpos suados
Entrega pulsante .
Insanos desejos

Linguas decifram códigos tatuados na pele
Metades se encontram e se fundem em gozo
Escolhi amar...te amar!
desconheço autor

Minha Nudez a sua Espera

Soneto do Orfeu

São demais os perigos dessa vida

Para quem tem paixão, principalmente

Quando uma lua surge de repente

E se deixa no céu, como esquecida

E se ao luar, que atua desvairado

Vem unir-se uma música qualquer

Aí então é preciso ter cuidado

Porque deve andar perto uma mulher

Uma mulher que é feita de música,

Luar e sentimento, e que a vida

Não quer, de tão perfeita

Uma mulher que é como a própria lua:Tão linda que só espalha sofrimento,

Tão cheia de pudor que vive nua.

Vinícius de Moraes

Quem ama

Porque quem ama nunca sabe o que ama

Nem sabe porque ama, nem o que é amar

Amar é a eterna inocência,

E a única inocência, não pensar...


Fernando Pessoa

Minha Alma



E minha alma, sem luz nem tenda, passa errante, na noite má,

à procura de quem me entenda e de quem me consolará...


Cecília Meireles

Meu Coração



Sede de Amor

Vale se entregar

Nem vem dizer pra mim q não sentiu cheiro de desejo no aré tarde pra inventar

Mil desculpas para provar pra mim que não queria mesmo me amar

É tarde muito tarde, deixa estar

Te sentir, vem pra mim

Quero matar a minha sede e beber da tua seiva, eu vouse você for
Me alimentar do teu poder e me abrigar em teu peito ainda sou, o teu amor

Não te contei mas toda noite os meus sonhos só pedem vocêbem aqui

Pra alegrar o meu sorriso e ser a cura nos momentos de dor

Quero matar a minha sede de amor
No meu sonho navio

Teu amor é farol

No meu porto seguro

No espaço é meu sol