domingo, 20 de dezembro de 2009

Poesia & Sedução



Não faço poesia.

Ela me arrebata e me arrasta

Por caminhos inesperados

Tão doces, tão novos...
Ela é uma possuidora

De pretensos poetas

Que ingênuos são levados,

Usados e moldados pelos

Saborosos e possessivos

Caprichos poéticos...

Saídos de um planeta

Onde vive escondida a inspiração.


Ione (Jullye)

Um comentário:

O MURAL: pensamentos e divagações, ideias enfim. disse...

tens poesias realmente instigantes.
e com excelentes imagens.
e realmente: nós usamos a poesia ou é ela é quem nos usa?